Deborah Duprat substituída no Conselho Nacional dos Direitos Humanos

deboraNo mês de novembro deste 2019 uma boa notícia para as todas as pessoas que querem o bem das famílias e valorizam a vida: a procuradora da República, Deborah Duprat, foi retirada do cargo que ocupava no Conselho Nacional dos Direitos Humanos.

Quem é ela?

Para entender por que esta notícia é boa e importante o leitor deve saber quem é a senhora Deborah Duprat, no que refere-se à sua ideologia, expressa em suas ações como procuradora. Sua formação se deu na Universidade de Brasília, de onde advém várias pessoas com viés esquerdistas. Foi vice-procuradora-geral da República de 2009 a 2013, tendo ocupado interinamente o cargo de procuradora-geral em 2009. Ainda que por poucos meses à frente da procuradoria geral, ela teve tempo de defender o abortamento de bebês com anencefalia, no caso da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental   (ADPF 54 ), que teve como advogado o agora Ministro da Justiça Roberto Barroso.

Em um debate público sobre educação, esta procuradora defendeu que o Estado tem mais poder sobre as crianças do que seus próprios pais, como você pode ver aqui. Assim, ela deu provas de sua ideologia esquerdista que quer um Estado super poderoso, bem como o desejo que as crianças tenham uma formação sem os valores familiares.

Em 2016, foi designada procuradora federal dos direitos do cidadão para um mandato de dois anos, que foi renovado em 2018. Como o Ministério Público tem um acento no Conselho Nacional de Direitos Humanos, ela fazia parte deste Conselho e, em 2020, viria a presidi-lo. Além disto, ela chegou a ser cotada, durante os governos petistas, à indicação de Ministra do STF.

Diante da ameaça de ter esta mulher presidindo tal órgão, a Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, mexeu os pauzinhos e conseguiu que ela fosse substituída antes de assumir a cadeira de presidente. Dado seu passado e ideologia, podemos imaginar os absurdos contra a vida e a família que viriam caso ela não tivesse sido substituída.

Os brasileiros de bem precisam reconhecer o bom trabalho que a Ministra Damares vem fazendo em prol da vida e da família. Não por acaso ela é, simultaneamente, uma ministra com alta taxa de aprovação da população e constantemente atacada pela mídia esquerdista e/ou liberal, cujos interesses perversos ela tanto contraria.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>