Arquivo mensais:junho 2018

Ativismo do judiciário: ameaça à vida e à democracia

Post FaceO filósofo iluminista Montesquieu é reconhecido como o principal formulador do nosso sistema político, que é baseado no equilíbrio entre três poderes distintos e complementares: o poder executivo, o legislativo e o judiciário. Como sabemos, cabe ao legislativo criar leis; ao executivo, como o próprio nome já diz, executá-las (este poder também pode propor leis, mas que devem ser referendadas pelo Legislativo). Ao Judiciário cabe assegurar que a lei seja cumprida e que os que as infringirem sejam penalizados. A mais alta corte do judiciário – o Supremo Tribunal Federal (STF) – tem um papel ímpar: salvaguardar a Constituição.

Atentado contra a democracia Continue lendo

A ideologia de gênero: Grande desafio à Igreja

genderPor que classificar a questão de gênero como uma ideologia? 

Vamos usar o veneno contra a próprio serpente: ideologia, na tradição marxista, é entendida como falsas ideias que a classe dominante (a burguesia) implanta na sociedade, mantendo as pessoas alienadas; ideias estas que não corresponderiam com a realidade. 

No que toca à ideologia de gênero, Marx estava certo quando dizia que a ideologia é uma inversão entre as ideias e o real, ou seja, na ideologia de gênero a ideia que alguns criaram – e querem impor sobre toda a sociedade – não reflete a realidade. Continue lendo