Como fazer (ou renovar) a Consagração a Nossa Senhora

consecrationA Consagração a Nossa Senhora é um meio de se entregar a Jesus por Maria. Uma forma mais segura de viver a santidade, entregando-se totalmente nas mãos daquela que melhor do que ninguém conhece este caminho.

A seguir, pontos práticos de como se preparar para esta Consagração.

A – Para quem vai fazer a consagração PELA PRIMEIRA VEZ:

Método 1:

–  Leia o livro 33 DIAS PARA UM AMANHECER GLORIOSO. Este livro, best-seller nos EUA, é um retiro espiritual que a pessoa faz em preparação para a Consagração. Nele o autor apresenta como grandes santos entenderam esta consagração e leva o leitor no passo a passo de como fazê-la. O livro traz este título por que, em 33 dias de leitura a pessoa faz um retiro em preparação à Consagração.

A leitura deste livro não impede que a pessoa leia o livro a seguir, de São Luiz de Montfort. Ao contrário, a leitura do livro deste santo é muito necessária, mas pode ser feita em qualquer época do ano, não necessariamente antes da Consagração.

Este livro pode ser adquirido aqui:

https://loja.casaprovidami.com.br/produto/livro-33-dias-para-um-amanhecer-glorioso/

Para os moradores de Curitiba e Região, o livro pode ser adquirido também no Santuário da Divina Misericórdia ou na Paróquia São Jorge (Portão)

Método 2

– Leia o livro de S. Luiz Maria de Montfort: Tratado da Verdadeira Devoção, que é o livro clássico para esta Consagração. O livro pode ser lido em qualquer momento, mas a preparação que segue deve ser feita um mês antes do dia da Consagração, da seguinte forma:

1) escolha em uma data mariana o dia da sua Consagração.

2) durante os primeiros 12 dias fazer o desapego do espírito do mundo. Da seguinte forma:

Leituras diárias: Dia 1: Rm 8, 5-17; Dia 2: Gl 5,16-25; Dia 3: Jo 17, 13-19; Dia 4: Lc 15,11-31; Dia 5 Mt 4, 1-11; Dia 6: Jo 15, 18-27; Dia 7: Jo 14,27; Dia 8, Mt 10, 34-35; Dia 9: Mt 10, 37-39; Dia 10: Jo 18, 33-36; Dia 11: Mt 16, 24-26; Dia 12: Mc 10-28-31

Rezar diariamente, nestes dias, duas orações: o Veni Creator e  (estas orações estão no Apêndice, abaixo)

3) Após os 12 dias, uma Semana para conhecer a si mesmo

– pedir a Deus a graça do conhecimento de si (de como somos pecadores e precisamos ser humildes), fazendo as seguintes orações diariamente:

– reler os números 78 e 79 e 228 do Tratado

– recitar as duas orações dos 12 primeiros dias e também a ladainha de Nossa Senhor

4) Uma segunda semana para conhecer a Santíssima Virgem

– ler os nn 257 a 265 do Tratado

– fazer as orações da semana anterior, e ainda o terço diariamente;

5) Uma terceira semana para conhecer Jesus

– ler n. 70 do Tratado;

– pedir diariamente a Jesus a graça de conhece-lo;

– além das orações acima, nesta semana rezar também a Ladainha do Santíssimo Nome de Jesus (também nos Apêndice, abaixo)

  • Próximo do dia da Consagração, fazer uma boa confissão (se possível, de vida inteira, caso nunca tenha feito. Sugiro a leitura do meu livro LIBERTOS PELA MISERICÓRDIA DE DEUS em preparação para a confissão de vida inteira).
  • No dia da Consagração, levar o texto da consagração, que está no livro 33 DIAS ou no Tratado de São Luiz. Melhor que seja reescrito em uma folha, do seu próprio punho, que será lido e assinado por você e pelo sacerdote presente. Levar também uma correntinha, que será abençoada e que você irá usar como sinal de sua consagração;

– caso alguém deixou de fazer alguma das orações que são pedidas, não pare por isso de se preparar; dê continuidade; Deus vê seu coração.

B-) Para quem vai RENOVAR A CONSAGRAÇÃO:

– pode-se ler ou reler o livro 33 DIAS

– a preparação dos 12 primeiros dias é opcional para quem já é consagrado;

Observação:

1) Caso não consiga um sacerdote para testemunhar sua consagração, faça assim mesmo.

2) além da correntinha, pode ser usado como sinal de consagração: um terço no braço, uma medalha de Nossa Senhora das Graças ou mesmo um anel que lhe recorde que você pertence à Mãe.

Pe. Silvio Roberto, MIC

 

APÊNDICE

Veni Creator Spiritus!   Vem, Espírito Criador!

Vinde Espírito Criador, a nossa alma visitai e enchei os corações com vossos dons celestiais.

Vós sois chamado o Intercessor de Deus excelso dom sem par, a fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar.

Sois o doador dos sete dons e sois poder na mão do Pai, por Ele prometido a nós, por nós seus feitos proclamai.

A nossa mente iluminai, os corações enchei de amor, nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor.

Nosso inimigo repeli, e concedei-nos a vossa paz, se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás.

Ao Pai e ao Filho Salvador, por vós possamos conhecer que procedeis do Seu amor, fazei-nos sempre firmes crer.

Amém!

 

Ave Maris Stella

Ave, do mar EstrelaDe Deus mãe bela,Sempre virgem, da moradaCeleste Feliz entrada.Ó tu que ouviste da boca

Do anjo a saudação;

Dá-nos a paz e quietação;

E o nome da Eva troca.

 

As prisões aos réus desata.

E a nós cegos alumia;

De tudo que nos maltrata

Nos livra, o bem nos granjeia.

 

Ostenta que és mãe, fazendo

Que os rogos do povo seu

Ouça aquele que, nascendo

Pos nós, quis ser filho teu.

 

Ó virgem especiosa,

Toda cheia de ternura,

Extintos nossos pecados

Dá-nos pureza e bravura,

 

Dá-nos uma vida pura,

Põe-nos em vida segura,

Para que a Jesus gozemos,

E sempre nos alegremos.

 

A Deus Pai veneremos:

A Jesus Cristo também:

E ao Espírito Santo; demos

Aos três um louvor: Amém.

 

Ave, Maris Stella,Dei mater alma,Atque semper Virgo,Felix caeli porta. 

Sumens illud Ave,

Gabrielis ore,

Funda nos in pace

Mutans Evae nomen.

 

Solve vincla reis,

Profer lumen caecis,

Mala nostra pelle,

Bona cuncta posce.

 

Monstra te esse Matrem,

Sumat per te preces,

Qui pro nobis natus

Tulit esse tuus.

 

Virgo singularis,

Inter omnes mitis,

Nos, culpis solutos,

Mites fac et castos.

 

Vitam praesta puram,

Iter para tutum:

Ut, videntes Jesum,

Semper collaetemur.

 

Sit laus Deo Patri,

Summo Christo decus

Spiritui Sancto,

Tribus honor unus. Amen.

 

Ladainha do Santíssimo Nome de Jesus

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.

Pai celeste que sois Deus,
tende piedade de nós.
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus,
tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus,
tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois um só Deus,
tende piedade de nós.

Jesus, Filho de Deus vivo,
Jesus, esplendor do Pai,
Jesus, pureza da luz eterna,
Jesus, Rei da glória,
Jesus, sol da justiça,
Jesus, Filho da Virgem Maria,
Jesus amável,
Jesus admirável,
Jesus, Deus forte,
Jesus, Pai do futuro do século,
Jesus, Anjo do grande conselho,
Jesus poderosíssimo,
Jesus pacientíssimo,
Jesus obedientíssimo,
Jesus, brando e humilde de coração,
Jesus, amante da castidade,
Jesus, amador nosso,
Jesus, Deus da paz,
Jesus, autor da vida,
Jesus, exemplar das virtudes,
Jesus, zelador das almas,
Jesus, nosso Deus,
Jesus, nosso refúgio,
Jesus, Pai dos pobres,
Jesus, tesouro dos fiéis,
Jesus, bom Pastor,
Jesus, luz verdadeira,
Jesus, sabedoria eterna,
Jesus, bondade infinita,
Jesus, nosso caminho e nossa vida,
Jesus, alegria dos anjos,
Jesus, Rei dos patriarcas,
Jesus, Mestre dos apóstolos,
Jesus, Doutor dos evangelistas,
Jesus, fortaleza dos mártires,
Jesus, luz dos confessores,
Jesus, pureza das virgens,
Jesus, coroa de todos os santos,

Sede-nos propício; perdoai-nos, Jesus.
Sede-nos propício; ouvi-nos, Jesus.

De todo o mal, livrai-nos, Jesus.
De todo o pecado,
De vossa ira,
Das ciladas do demônio,
Do espírito da impureza,
De morte eterna,
Do desprezo das vossas inspirações,
Pelo mistério da vossa santa Encarnação,
Pela vossa natividade,
Pela vossa infância,
Pela vossa santíssima vida,
Pelos vossos trabalhos,
Pela vossa agonia e paixão,
Pela vossa cruz e desamparo,
Pelas vossas angústias,
Pela vossa morte e sepultura,
Pela vossa ressurreição,
Pela vossa ascensão,
Pela vossa instituição da Santíssima Eucaristia,
Pelas vossas alegrias,
Pela vossa glória,

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,
perdoai-nos, Jesus.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,
ouvi-nos, Jesus.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo,
tende piedade de nós, Jesus.

Jesus, ouvi-nos.
Jesus, atendei-nos.

Oremos.
Senhor Jesus Cristo, que dissestes: Pedi e recebereis; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á, nós vos suplicamos que concedais a nós que vo-lo pedimos, os sentimentos afetivos de vosso divino amor, a fim de que nós vos amemos de todo o coração e que esse amor transcenda por nossas ações, sem que deixemos de vos amar.
Permiti que tenhamos sempre, Senhor, um igual temor e amor pelo vosso santo nome; pois não deixais de governar aqueles que estabeleceis na firmeza do vosso amor. Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos.

Amém.

 

 

Ativismo do judiciário: ameaça à vida e à democracia

Post FaceO filósofo iluminista Montesquieu é reconhecido como o principal formulador do nosso sistema político, que é baseado no equilíbrio entre três poderes distintos e complementares: o poder executivo, o legislativo e o judiciário. Como sabemos, cabe ao legislativo criar leis; ao executivo, como o próprio nome já diz, executá-las (este poder também pode propor leis, mas que devem ser referendadas pelo Legislativo). Ao Judiciário cabe assegurar que a lei seja cumprida e que os que as infringirem sejam penalizados. A mais alta corte do judiciário – o Supremo Tribunal Federal (STF) – tem um papel ímpar: salvaguardar a Constituição.

Atentado contra a democracia Continue lendo

A ideologia de gênero: Grande desafio à Igreja

genderPor que classificar a questão de gênero como uma ideologia? 

Vamos usar o veneno contra a próprio serpente: ideologia, na tradição marxista, é entendida como falsas ideias que a classe dominante (a burguesia) implanta na sociedade, mantendo as pessoas alienadas; ideias estas que não corresponderiam com a realidade. 

No que toca à ideologia de gênero, Marx estava certo quando dizia que a ideologia é uma inversão entre as ideias e o real, ou seja, na ideologia de gênero a ideia que alguns criaram – e querem impor sobre toda a sociedade – não reflete a realidade. Continue lendo

Censura na internet

censorshipA internet é um vasto meio de comunicação que tem tomado grande parte do espaço da grande mídia tradicional, especialmente a TV. Tem sido também um meio que favorece a evangelização, especialmente de temas que não teriam de forma alguma espaço na grande mídia.

Todavia, a internet não é um espaço tão aberto assim como parece. Se olharmos bem, veremos que ela é dominada por poucas e gigantescas empresas: youtube, Google, twitter, Facebook, Instagram  e Whatsapp. Mais ainda: a Google é dona do youtube e o Facebook das duas últimas. Continue lendo

A inversão de valores na sociedade e a Escola de Frankfurt

certoNo século XIX Karl Marx iniciou as grandes ideias para uma revolução comunista. Em 1917 esta revolução teve seu primeiro ato na Rússia. Nos anos seguintes, milhões de pessoas morreram, principalmente de fome e sob tortura nos campos de concentração. Marx também havia profetizado que o capitalismo iria à bancarrota por si mesmo. Ao contrário de sua profecia, a vida das pessoas estava melhorando. Inspirados inicialmente pelo marxista karl korsch (década de 20), outros pensadores da esquerda perceberam que a revolução não poderia se sustentar pela força. Seria preciso uma ação programada na sociedade.

Surge assim a Escola de Frankfurt, na Alemanha, que busca revolucionar as ideias, com uma teoria crítica. O filósofo Hegel, no século XVIII, já havia mostrado que o domínio se dá pelas ideias. Os pensadores da escola de Frankfurt foram hegelianos, embora com o desejo revolucionário de Marx. Continue lendo

Sabia que vivemos sob uma Engenharia social?

engenhariaVivemos em uma gravíssima crise social, caracterizada pela erosão dos fundamentos sociais: instituições, valores, perspectivas Diante deste quadro, para muitos é apenas mais um momento “normal” da história humana, de mudança de paradigmas. Mas não é. A sociedade encontra-se da forma em que está não por acaso ou destino, mas por que ela tem sido propositadamente levada para isso, por meio de uma engenharia social.

Promotores e seus interesses Continue lendo

Tratamentos alternativos no SUS

reikiO Ministério da Saúde anunciou recentemente que o SUS irá cobrir diversos novos tratamentos alternativos, uma lista que se soma a vários outros que já vinham sendo aceitos pelo SUS. Os cristãos precisam entender que a maioria destes tratamentos não tem base científica, mas sim um sistema de crença e filosofia, quase sempre oriental. Ora, a crença oriental em geral (hinduísmo, budismo e outras) é que não existe um Deus pessoal, mas sim uma energia universal da qual todos fazemos parte e, por isso, a maioria destes novos tratamentos lidam com a harmonia da energia da pessoa, que é harmonizar a pessoa com o cosmos.

Aqui entra o perigo de alguns destes tratamentos, quando, por meio de controle mental, energização, mantras ou hipnose, retiram o paciente do nível consciente para o inconsciente (estados alterados de consciência) onde este passa a estar abertos a influências espirituais sobre o seu ser.

E se a palavra do mantra que é recitada for a invocação de uma entidade hindu? E se os objetos usados (pedras, incensos, florais) tiveram sido consagrados a outros deuses? E se a pessoa que impõe as mãos sobre o paciente está se colocando como um canal para atrair sobre o paciente certas energias? Mas e que energias são estas? De onde provém?
E se esta pessoa vive práticas ocultas? Aqui é preciso ter em conta que, da mesma forma que Deus pode nos abençoar por meio de objetos (água benta, imagens, etc) que são os sacramentais, o mal também pode fazer uso de objetos ou até mesmo pessoas para se infiltrar na vida de alguém (Dt 18, 10-14)…

Dentre as técnicas apresentadas pelo SUS, uma é particularmente grave: o reiki. Tão grave que foi objeto de uma advertência dos bispos americanos aos católicos daquele país. Por experiência de atendimentos a pessoas que passaram pelo reiki digo que é algo muito perigoso e que não deve ser feito de forma alguma.

Em algum tempo vou publicar um material mais desenvolvido sobre toda esta temática. Por hora, sugiro a todos a leitura do documento “Jesus Cristo, Portador da água da Vida” do Pontifício Conselho da Cultura e finalizo com esta entrevista do então Cardeal Ratzinger, nosso Papa Emérito:

 “Pergunta: Eminência, algumas pessoas afirmam possuir um fluido nas mãos que pode curar os doentes, e o confundem com o carisma das curas…”; “Resposta – O carisma das curas se manifesta em primeiro lugar na ausência total de elementos de magia e se realiza em um espírito de oração. As curas operadas pelo Senhor e sob o seu mandato pelos apóstolos são expressões de oração. Não se usam meios e contextos espirituais alheios à fé e à razão. Os carismas, à diferença dos poderes e fluidos de que se vangloriam estas pessoas, se submetem à verdade e ao poder de Deus e não introduzem outros elementos. Os outros casos são expressões de um terrível mundo subterrâneo, que – muito tempo na verdade escondido – hoje de novo, em uma fase de repaganização, vem à luz”.

Pe. Silvio, MIC

Carnaval e o deus Saturno

NOSSO CARNAVAL E O DEUS SATURNO

saturn_1_mdEntre os vários deuses dos romanos, um dos mais destacados era o deus Saturno, tanto que ainda permancem colunas de seu enorme templo em Roma. Saturno era reverenciado como o deus da agricultura, que teria ensinado as pessoas a plantarem e colherem e que reinara em uma época de ouro. Seu templo foi dedicado no século V antes de Cristo e ali ele era adorado. Ele era reverenciado também na Àfrica, inclusive com sacrifícios humanos. Continue lendo

Como praticar jejum

fastingA quaresma é o tempo penitencial forte onde a Mãe Igreja chama seus filhos à conversão. Para chegar a este fim – a conversão – a mesma Igreja, baseada na Palavra de Deus, nos apresenta um meio muito necessário: o jejum. São diversos os textos que nos falam desta forma de combate, como por exemplo: Jer. 18,11; 25,5; Ez. 18,30; 33,11-15; Joel 2,12; Mt. 3,2;4:17; Lc 5,35; Atos 2,38). Caminha junto com o jejum a abstinência, como vemos a seguir.

COMO JEJUAR?
A Igreja não estabelece formas rígidas e totalmente determinadas de jejum, dando aos fieis liberdade em como praticá-lo. O fundamental é que a pessoa coma pouco nos dias de jejum e que a alimentação seja simples. Mas, embora não haja regras fixas de como jejuar, a tradição nos dá algumas possibilidades: Continue lendo